Dúvidas? Entre em contato: (11) 2223-3310 / cadastro@esperia.com.br

Ginkgo biloba e saúde: benefícios e controvérsias

Um dos fitoterápicos mais famosos no mundo, a gingko biloba tem origem chinesa e foi a primeira planta a surgir após as bombas atômicas que devastaram o Japão durante a 2ª Guerra Mundial.
Muito se diz a respeito dos benefícios da ginkgo biloba à saúde, através do extrato obtido de suas folhas, que, comprovadamente é capaz de reduzir tonturas, refrescar a memória e aliviar as dores nas pernas e nos braços.
O comprimido de ginkgo biloba pode desencadear diversas reações no corpo todo, pois permite que os vasos sanguíneos se dilatem e o sangue fique menos viscoso (mais "fino"). Com isso, ele corre mais livremente e alcança melhor os lugares mais distantes do coração.
Mais de 50 estudos realizados sugerem que a capacidade da ginkgo biloba vai além, e avaliam que ele previne tumores no ovário, no cérebro, na mama e no fígado, pois sua presença no organismo faz com que as células malignas tendam a se autodestruir.
Benefícios da ginkgo biloba:
- Aumento do equilíbrio
Ao aumentar a circulação de sangue no labirinto,  estrutura interna do ouvido, ela melhora a sensação de equilíbrio.
- Minimização das dores em braços e pernas
Com a dilatação dos vasos sanguíneos, a irrigação nas áreas mais distantes do coração melhora, aliviando as dores nos membros.
- Prevenção de Alzheimer
A ginkgo tem a capacidade de prevenir esta doença. Entretanto, novos testes não mostraram benefícios consistentes quando o mal já está instalado.
- Favorecimento da memória
A OMS (Organização Mundial da Saúde) avalia que a ginkgo melhora a capacidade de memória e de aprendizado.
- Retardo do envelhecimento
Seus bioflavonóides são antioxidantes que combatem os radicais livres e evitam danos às células, acumulados com a idade.
- Combate ao câncer de mama
Testes em laboratórios e estudos clínicos indicaram que o extrato das folhas pode inibir a proliferação agressiva de tumores de mama.
- Prevenção de câncer de ovário
Um estudo mostrou que, em mulheres que ingeriram comprimidos com extrato de Ginkgo, a incidência de tumores diminuiu entre 60% e 70%.
Controvérsias
O Gingko biloba é considerado um remédio de tarja vermelha e só pode ser vendido com receita médica. Esse cuidado existe porque, ao dilatar os vasos sanguíneos, ele pode provocar enxaqueca e aumentar a sensibilidade da pele, causando alergias.
A bibliografia médica ainda carece de pesquisas mais aprofundadas a respeito da ginkgo biloba. Por este motivo, ainda não se sabe ao certo quais seus efeitos colaterais, que, mesmo raros, podem acontecer e não devem ser ignorados. O ideal é consultar um especialista no assunto antes de consumir a planta.
Fonte: http://saude.abril.com.br/edicoes/0271/medicina/ginkgo-biloba-tem-poder-681365.shtml

Sobre o Autor

Por mktmasters / Administrator, bbp_keymaster on maio 10, 2012

Comentários (5)

  • Iris Ribeiro Camargo

    Quero agradecer os pesquisadores desta planta que me curou de dor nas pernas, memoria fraca, preguiça mental. barulho no ouvido. insonia.

  • Eliana coelho

    Depois que comecei a tomar comprimidos desta planta’ melhorei minha concentraÇao, problemas de esquecimento.

  • Iris ribeiro camargo

    ParaBenson que deus abencoe

  • Iris ribeiro camargo

    Muito obligado por se preocuparem com of proximo Dando estes ensinamentos que a judgment tantas pessoas que estao a procura de um alivio

  • Edvania

    Quero muito esse medicamento, pois minha mae sofre com dores nas pernas e circulaçao.
    E meu paizinho sofre com um sumbido terrivel, e ma circulaçao, so tem um problema ele toma remedio pro coraçao, (arritimia cardiaca)

Deixe um comentário

Skip to content