Dúvidas? Entre em contato: (11) 2223-3310 / cadastro@esperia.com.br

Técnico do Esperia é convocado para Mundial Escolar de Atletismo

Vittor Matheus de Souza
Vittor Matheus de Souza

É realmente impressionante a evolução da equipe técnica e dos atletas do Clube. A cada dia os esperiotas convertem dedicação, esforço e treinos em grandes conquistas. Desta vez celebramos a convocação do técnico de Atletismo do Clube, Marcelo Lima para o Campeonato Mundial Escolar de Atletismo. Ele será o coordenador da Delegação Brasileira.
Entre os dias 24 e 30 de junho, tanto o técnico quanto o atleta Vittor Matheus de Souza, da equipe do projeto de formação do Esperia que conta com recursos repassados pelo Comitê Brasileiro de Clubes – CBC, estarão em Nancy, na França para participar da competição.
As expectativas são altas já que tanto Marcelo quanto Vittor têm na bagagem consideráveis conquistas. Apenas no último mês, Vittor já faturou uma medalha de ouro e uma de prata no Campeonato Sul-Americano Sub 20, além de ter vencido o Campeonato Brasileiro (CBAt). Já Marcelo, é um dos treinadores do país com a maior quantidade de resultados dentro da categoria, tendo treinado finalistas olímpicos e finalistas em campeonatos mundiais indoor e hoje treina um grupo de 4 barreiristas adultos.
“Desde 2013 venho coordenando o atletismo da CBDE (escolar) em grandes eventos. Sob o Comando da FEDEESP também tenho contribuído para o desenvolvimento do atletismo no estado de São Paulo desde 2009. Nenhum resultado vem sem esforço, dedicação, empenho e claro, muitos treinos. Espero contribuir para que a

Marcelo Lima

seleção garanta os melhores resultados e como técnico do Vittor, estou na torcida para que ele alcance mais uma meta e traga mais medalhas para o Esperia”, comenta Marcelo.
Marcelo e Vittor, vocês contam com toda a torcida da família esperiota. Parabéns por mais essa conquista. Avante Esperia!
Sobre o Comitê Brasileiro de Clubes
Desde janeiro de 2014, o Comitê Brasileiro de Clubes – CBC passou a fazer parte do sistema nacional do esporte, pela nova legislação esportiva conhecida como Nova Lei Pelé. A entidade recebe via Ministério do Esporte, 0,5% dos recursos das loterias da Caixa Econômica Federal.
O CBC coordena a distribuição dos recursos públicos única e exclusivamente para a formação de atletas olímpicos e paralímpicos nos clubes esportivos sociais. Para participar do processo de seleção, os clubes montam projetos de acordo com o edital de chamamento divulgado pelo CBC e, se aprovado, recebem o dinheiro.
Quanto aos projetos, a diretoria técnica é responsável por todas as fases da descentralização, desde a proposta de editais e suas fases para classificação na sequência, como também todas as fases do convênio – celebração, acompanhamento, fiscalização e prestação de contas.
No Brasil, são os clubes os responsáveis pela formação de atletas de ponta. Na Olimpíada de Pequim, em 2008, dos atletas brasileiros que participaram 77% eram de clubes. Em Londres, em 2012, esse número subiu para 87%. Além disso, o clube é local de relações sociais, culturais, recreativas, de lazer e educativas.
 

Sobre o Autor

Por mktmasters / Administrator, bbp_keymaster on jun 22, 2017

Nenhum Comentário

Deixe um comentário

Skip to content