Dúvidas? Entre em contato: (11) 2223-3310 / cadastro@esperia.com.br

Igualdade no esporte: novas equipes femininas esperiotas

Você sabia que no Brasil são os clubes os maiores responsáveis pela formação de atletas? De acordo com um levantamento realizado pelo Comitê Brasileiro de Clubes – CBC, nos Jogos Olímpicos de 2016, dos 19 pódios obtidos, 17 foram conquistados por atletas que tiveram formação esportiva em clubes e dos 465 membros da delegação brasileira na competição, 390 foram formados em clubes, ou seja, 84% do total.

O levantamento mostra a força que os clubes têm no Brasil. Não seria correto então usar essa força para fazer a diferença? A diretoria do Esperia acredita que sim! Com muito empenho e dedicação o Clube retomou seu posto como formador de atletas e com o apoio do CBC iniciou projetos de formação que têm transformado a vida de centenas de atletas. Em busca de fazer ainda mais, o Esperia inovou incluiu modalidades paralímpicas em sua grade esportiva, mudando a vida de adultos e crianças com deficiência.

Aos poucos o resultado foi aparecendo e os projetos foram expandidos. O Esperia iniciou um intenso trabalho de formação desportiva escolar. Por meio de uma parceria com a Secretaria de Educação de São Paulo, o Esperia passou detectar e captar jovens talentos da rede municipal de ensino, integrando-os aos projetos de formação do Clube. O trabalho se destacou e rendeu ao Esperia o prêmio de Melhor Prática Nacional em Formação Esportiva Escolar, em 2017.

Já no início deste ano, o Comitê Olímpico Internacional – COI implantou o Projeto de Revisão da Igualdade de Gênero, que busca promover a igualdade de gênero em todos os aspectos do esporte em todo o mundo. O Esperia, é claro, não poderia ficar de fora. Levando em consideração nossa importância social e esportiva no país, a diretoria do Clube decidiu abraçar a causa e entrar na luta pela igualdade.

Seguindo as orientações do COI, o Departamento Esportivo esperiota implantou categorias femininas de base em modalidades esportivas que até então eram formadas apenas por equipes masculinas. Neste 2º semestre de 2018, o Clube passou a contar com equipes femininas de Basquete (Sub12), Handebol (Sub14) e Vôlei (Sub 14). Todas elas inclusive já iniciaram a participação em competições.

“Gostamos de desafios e de sentir que estamos fazendo a diferença. Pela primeira vez em 118 anos o Esperia passou a contar com uma equipe feminina de Basquete. Isso é algo que ficará para a história do Clube. Essa é nossa missão. Incluir, respeitar diferenças, atender a todos sem distinção. Incentivar e promover a igualdade de gêneros no esporte é uma causa muito justa e importante. É uma honra deixar esse legado para o Esperia”, comenta o presidente esperiota, Osmar Monteiro.

Sob o comando de uma equipe técnica qualificada e dedicada, as meninas têm mostrado muita determinação. Nossa equipe de Basquete, por exemplo, participou do Decathlon Festival e competiu apenas contra equipes masculinas! As atletas fizeram bonito e conquistaram até um patrocinador, o Colégio Dominante, que fez novos uniformes para toda a equipe.

“Tenho certeza que daqui para frente teremos uma jornada de muito sucesso e realizações com esses novos times. Elas contam com o total apoio do Clube. Nosso objetivo é que nos próximos anos possamos equiparar a oferta de atividades para as equipes femininas, mantendo 50% para cada gênero. Espero que possamos servir de inspiração para outros clubes e entidades esportivas”, finaliza Osmar.

Equipe de Basquete

 

 

 

 

 

 

 

 

Equipe de Vôlei

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Equipe de Handebol

Sobre o Autor

Por promenade / Administrator, bbp_participant on out 26, 2018

Nenhum Comentário

Deixe um comentário

Skip to content