Dúvidas? Entre em contato: (11) 2223-3310 / cadastro@esperia.com.br

GR – Copa São Paulo: Equipe Baby do Esperia vence competição

No último fim de semana o Esperia sediou mais uma edição da Copa São Paulo de Ginástica Rítmica Baby e Nível 3 e Torneio de Conjuntos, competição organizada pela Federação Paulista de Ginástica.
Mais de 150 atletas de todo o estado de São Paulo participaram da competição. Nossa equipe Baby ficou com o primeiro lugar na competição, já a equipe Pré-Infantil garantiu a 3ª colocação com a ginasta Yasmin Krupavicius garantindo a 5ª colocação geral individual na mesma categoria.
“Temos observado uma grande evolução em nossa equipe, que a cada competição retorna com resultados ainda mais satisfatórios. Nosso trabalho em prol do desenvolvimento das ginastas esperiotas é constante, os bons resultados só chegam com muito esforço tanto das atletas como da equipe técnica e Departamento Esportivo do Clube”, comenta a diretora do Departamento de GR do Esperia, Ligia T. de Andrade.
A Ginástica Rítmica faz parte do projeto “Esperia Rumo à Tóquio”, aprovado pelo Comitê Brasileiro de Clubes – CBC e conta com recursos financeiros para o desenvolvimento da modalidade no Esperia.

Sobre o Comitê Brasileiro de Clubes
Desde janeiro de 2014, o Comitê Brasileiro de Clubes – CBC passou a fazer parte do sistema nacional do esporte, pela nova legislação esportiva conhecida como Nova Lei Pelé. A entidade recebe via Ministério do Esporte, 0,5% dos recursos das loterias da Caixa Econômica Federal.
O CBC coordena a distribuição dos recursos públicos única e exclusivamente para a formação de atletas olímpicos e paralímpicos nos clubes esportivos sociais. Para participar do processo de seleção, os clubes montam projetos de acordo com o edital de chamamento divulgado pelo CBC e, se aprovado, recebem o dinheiro.
Quanto aos projetos, a diretoria técnica é responsável por todas as fases da descentralização, desde a proposta de editais e suas fases para classificação na sequência, como também todas as fases do convênio – celebração, acompanhamento, fiscalização e prestação de contas.
No Brasil, são os clubes os responsáveis pela formação de atletas de ponta. Na Olimpíada de Pequim, em 2008, dos atletas brasileiros que participaram 77% eram de clubes. Em Londres, em 2012, esse número subiu para 87%. Além disso, o clube é local de relações sociais, culturais, recreativas, de lazer e educativas.
  

Sobre o Autor

Por mktmasters / Administrator, bbp_keymaster on jul 06, 2017

Nenhum Comentário

Deixe um comentário

Skip to content