Dúvidas? Entre em contato: (11) 2223-3310 / cadastro@esperia.com.br

GABRIELE BONFIM – Rumo a Tóquio

RUMO A TÓQUIO

GABRIELE BONFIM

(Integrante da Comissão Técnica de Natação Paralímpica)

Contagem regressiva para o maior evento esportivo do mundo! E neste momento temos que celebrar as conquistas do nosso Clube Esperia, que se orgulha pela esperiota Gabriele Bonfim, técnica da natação competitiva, que fará parte da equipe do Brasil nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, de 24 de agosto a 05 de setembro de 2021. Conversamos com a Gabriele que nos contou sobre esse momento único que ela está vivendo!

Confira a entrevista com a Gabriele Bonfim:

Blog Esperia: Tem algum tipo de preparação para serem convocados, como funciona essa parte? Sabemos que os atletas seguem um percurso intenso em busca pelas melhores marcas e etc. Como é na sua área?

Gabriele Bonfim: Sim, todos os técnicos e integrantes da comissão técnica precisam realizar os cursos de capacitação do Comitê Paralímpico Brasileiro, além de ter atletas paralímpicos participando dos eventos do CPB.

Blog Esperia: Alguma curiosidade dessa preparação que o público em geral nem imagina?

Gabriele Bonfim: Atualmente, por causa da pandemia, a preparação para esse Jogos Paralímpicos foi realizada de forma bem diferente. Seguindo todos os protocolos de segurança, os atletas e técnicos ficaram muitos dias isolados para conseguirem treinar e fizeram testes de COVID constantemente. Então para a ida a Tóquio, todos tiveram que abrir mão de estar com suas famílias para continuar em isolamento e treinando.

Em relação aos Jogos, vai ser realizada uma logística bem maior para a segurança de todos. Passaremos por um período de isolamento aqui no Brasil, já a partir do dia 24 de julho, alguns dias antes do embarque para a realização dos exames. Chegando em Tóquio também faremos mais exames durante todo o evento e só poderemos ficar dentro da Vila Olímpica e das instalações de competição, e por enquanto, por decisão do Comitê Internacional, não terá público assistindo as competições.

Blog Esperia: Você já tem os detalhes de embarque, onde ficará hospedada, com quem você irá, enfim, detalhes do embarque para Tóquio?

Gabriele Bonfim: Temos poucos detalhes ainda, nosso embarque está previsto para dia 05 de agosto, pois a convocação saiu nessa última semana e eles estão passando as informações aos poucos, mas já sabemos que antes de embarcarmos ficaremos alguns dias em isolamento no Centro de Treinamento Paralímpico para que seja realizado todos os exames de COVID e feita a logística de embarque da delegação de cada modalidade. É um momento diferente dos outros Jogos que já aconteceram, então tudo está sendo pensado nos mínimos detalhes para melhor segurança de todos e com isso vamos recebendo as informações aos poucos.

Blog Esperia: Quais serão as suas obrigações enquanto parte da comissão técnica?

Gabriele Bonfim: Vou auxiliar os técnicos na borda de piscina e aos atletas no que for preciso, inclusive os acompanhamentos dos atletas que necessitam de apoio na hora da sua prova. Além de auxiliar na organização e logística de treinamento e competição da modalidade durante os Jogos.

Blog Esperia: Qual é a emoção de arrumar as malas para uma Olimpíadas?

Gabriele Bonfim: A emoção desde que saiu a convocação tem sido muito grande. Ansiedade em poder estar presente neste evento único, um momento que tanto sonhamos em nossa carreira.

Blog Esperia: Qual foi a sua trajetória no Clube?

Gabriele Bonfim: Estou no Clube Esperia desde 2017 como técnica da natação competitiva olímpica e paralímpica, e todos esses anos conquistamos muitos títulos para o Clube, como: estaduais e brasileiros individuais na natação paralímpica, campeões e vice-campeões brasileiros e Copa do Brasil de maratonas aquáticas e títulos estaduais e brasileiros individuais de piscina na natação olímpica.

Blog Esperia: Que mensagem deixaria para outros pares, que assim como você sonharam com uma convocação nesse nível?

Gabriele Bonfim: A mensagem que eu gostaria de deixar é de que vocês nunca desistam dos seus sonhos e sempre batalhem muito para conquistá-los. Como mulheres sabemos que não é fácil esse caminho por ser uma profissão considerada mais masculina, e por isso ocorre muito preconceito nesse meio, mas não deixe de trabalhar arduamente sempre pelo seu objetivo.

Gostaria de agradecer a Deus, a minha família, ao Clube, CPB e a todos que até hoje acreditaram e acreditam em meu trabalho.

 

Sobre o Autor

Por promenade / Editor, bbp_participant, author, contributor on jul 20, 2021

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content