Dúvidas? Entre em contato: (11) 2223-3310 / cadastro@esperia.com.br

Clube Esperia mais uma vez na seleção

Haja fôlego! Pela terceira vez o esperiota Henrique Figueirinha garantiu uma convocação para integrar a seleção brasileira de Natação, que este mês disputa a segunda edição dos Jogos Sul-Americanos da Juventude. O anúncio foi realizado pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos-CBDA através dos resultados do Campeonato Brasileiro de Natação.
“É sempre uma grande honra  poder representar o meu país. Estou me preparando ao máximo para poder trazer o melhor resultado possível. Agradeço ao apoio e contribuição de toda Equipe do  Clube Esperia (técnicos, preparadores físicos, fisioterapeutas) e a Diretoria de Natação”, comenta Henrique.
Com apenas 17 anos, ele tem um currículo de peso: Campeão Brasileiro nos 1500 metros livres, Bicampeão Brasileiro de Maratonas Aquáticas, Ouro no Revezamento  10 km (4 x 2,5 ) e Prata na Prova Individual de 7,5 km no Sul-Americano de Maratonas Aquáticas, de Cali na Colômbia e  Bronze por Equipe  no Sul-Americano de Maratonas Aquáticas de Lima, no Peru .
O atleta integra a equipe de formação do Esperia, que conta com recursos do Comitê Brasileiro de Clubes – CBC. “Estamos de olho na próxima edição dos Jogos Olímpicos. Tivemos o projeto ‘Esperia Rumo à Tóquio’ aprovado pelo CBC e temos conseguido excelentes resultados em diversas modalidades. O Henrique é um dos principais destaques da nossa equipe de Natação e é um orgulho poder torcer por ele na seleção”, diz o presidente do Clube, Dr. Osmar Monteiro.
Henrique disputará os Jogos Sul-Americanos da Juventude entre os dias 29 de setembro e 8 de outubro, em Santigo/Chile. A natação é um dos 24 esportes que estarão na competição que é preparativa para a terceira edição dos Jogos Olímpicos da Juventude que acontecerá em Buenos Aires, na Argentina, de 6 a 18 de outubro de 2018.
Sobre o Comitê Brasileiro de Clubes
Desde janeiro de 2014, o Comitê Brasileiro de Clubes – CBC passou a fazer parte do sistema nacional do esporte, pela nova legislação esportiva conhecida como Nova Lei Pelé. A entidade recebe via Ministério do Esporte, 0,5% dos recursos das loterias da Caixa Econômica Federal.
O CBC coordena a distribuição dos recursos públicos única e exclusivamente para a formação de atletas olímpicos e paralímpicos nos clubes esportivos sociais. Para participar do processo de seleção, os clubes montam projetos de acordo com o edital de chamamento divulgado pelo CBC e, se aprovado, recebem o dinheiro.
Quanto aos projetos, a diretoria técnica é responsável por todas as fases da descentralização, desde a proposta de editais e suas fases para classificação na sequência, como também todas as fases do convênio – celebração, acompanhamento, fiscalização e prestação de contas.
No Brasil, são os clubes os responsáveis pela formação de atletas de ponta. Na Olimpíada de Pequim, em 2008, dos atletas brasileiros que participaram 77% eram de clubes. Em Londres, em 2012, esse número subiu para 87%. Além disso, o clube é local de relações sociais, culturais, recreativas, de lazer e educativas.
 

Sobre o Autor

Por mktmasters / Administrator, bbp_keymaster on set 06, 2017

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content