Dúvidas? Entre em contato: (11) 2223-3310 / cadastro@esperia.com.br

Basquete – Clube recebe o jogador do NBB, Marquinhos

No dia 6 de abril as equipes de Basquete do Esperia receberam uma visita muito especial, o jogador Marcus Vinicius Vieira de Souza, mais conhecido como Marquinhos esteve aqui no Clube e aproveitou para bater uma bola e conversar com os nossos jovens atletas.  “Foi uma troca de experiências muito boa. Aproveitei para pegar um pouco da energia  dessa molecada que está começando agora cheios de sonhos e projetos’’, comentou o jogador.
Atualmente defendendo o Flamengo no Novo Basquete Brasil – NBB, Marquinhos, que já jogou na NBA, pelo New Orleans Hornets, ficou impressionado com o talento dos jogadores da equipe esperiota. “Ao longo da minha carreira participei de diversos jogos competindo contra o Esperia e hoje tive a oportunidade de bater uma bola com essa equipe talentosa do Clube. Fico muito feliz em ver o Esperia investindo nessas jovens promessas da modalidade”, disse o cestinha.
Com uma história invejável que inclui o troféu de primeiro Campeão Paulista de Basquete, conquistado em 1924 e a honra de ter sido um dos fundadores da Federação Paulista de Basquete, o Esperia tem se mantido entre os principais centros de formação de atletas, tendo inclusive projetos aprovados pelo Comitê Brasileiro de Clubes – CBC com o objetivo de investir ainda mais em atletas e paratletas de diferentes modalidades.
“Ainda este mês teremos uma seletiva para interessados em ingressar na equipe de Basquete do Clube, nascidos em 2006/2007. Esperamos contribuir para o aprimoramento não somente desta como de outras modalidades olímpicas e paralímpicas no país”, conta o gerente esportivo do Clube, Ari Mello.
Mais informações sobre o processo seletivo, entrar em contato pelo e-mail: competitivo@esperia.com.br ou pelo telefone: 2223-3330
Sobre o Comitê Brasileiro de Clubes
Desde janeiro de 2014, o Comitê  Brasileiro de Clubes – CBC passou a fazer parte do sistema nacional do esporte, pela nova legislação esportiva conhecida como Nova Lei Pelé. A entidade recebe via Ministério do Esporte, 0,5% dos recursos das loterias da Caixa Econômica Federal.
O CBC coordena a distribuição dos recursos públicos única e exclusivamente para a formação de atletas olímpicos e paralímpicos nos clubes esportivos sociais. Para participar do processo de seleção, os clubes montam projetos de acordo com o edital de chamamento divulgado pelo CBC e, se aprovado, recebem o dinheiro.
Quanto aos projetos, a diretoria técnica é responsável por todas as fases da descentralização, desde a proposta de editais e suas fases para classificação na sequência, como também todas as fases do convênio – celebração, acompanhamento, fiscalização e prestação de contas.
No Brasil, são os clubes os responsáveis pela formação de atletas de ponta. Na Olimpíada de Pequim, em 2008, dos atletas brasileiros que participaram 77% eram de clubes. Em Londres, em 2012, esse número subiu para 87%. Além disso, o clube é local de relações sociais, culturais, recreativas, de lazer e educativas.

Sobre o Autor

Por mktmasters / Administrator, bbp_keymaster on abr 12, 2017

Nenhum Comentário

Deixe um comentário

Skip to content