Dúvidas? Entre em contato: (11) 2223-3310 / cadastro@esperia.com.br

Tênis: Final de semana de bons resultados para o Esperia

Os tenistas esperiotas continuam rodando o país em busca de bons resultados. Na última semana, conquistamos quatro títulos em torneios da Federação Paulista de tênis e Confederação Brasileira de Tênis.
No Torneio Aberto do Jaraguá Clube Campestre garantimos dois títulos com João Sarracine Sousa e Isabelle Cervelim. João atuou na categoria 14MP e ficou com a segunda colocação, já Isabelle foi campeã da categoria 10F.
Giovanna Piedemonte representou o Esperia na etapa de Florianópolis do Circuito Nacional Juvenil, sagrando-se campeã de duplas (ao lado de Larissa Silva) e vice-campeã de simples na categoria 12F.
Tivemos ainda Victor Gonçalves que chegou à semifinal do torneio Vila do Tênis na categoria 14MP. O Clube Esperia continua ocupando o segundo lugar no ranking Paulista de clubes da Federação Paulista de Tênis. E não é apenas o tênis juvenil  do Esperia que tem mostrado sua força. O Clube classificou nesta semana, duas equipes para as finais do Campeonato Paulista Interclubes.
O primeiro time a conseguir tal feito foi o 50MC formado por Rogerio Tognelli, Reinaldo Pellegrini, Tae Lee e Tae Eun. Eles enfrentam neste final de semana o Clube A. Ypiranga na final, sábado no Esperia e domingo na casa do adversário. A outra equipe é a 55FB formada por Monica Calabria, Maria Aparecida Lopes e Cida Marini. Outro destaque semana foi a vitória da equipe 45FB. o time formado por Katia Agostinho, Andréa Dede Pellegrini, Maria Aparecida Lopes e Monica Calabria que também enfrentará o Paulistano no próximo dia 02/06.

No Esperia a modalidade de Tênis é uma das beneficiadas com o projeto de formação de atletas aprovado pelo Comitê Brasileiro de Clubes – CBC.

Parabéns a todos!!
Sobre o Comitê Brasileiro de Clubes
Desde janeiro de 2014, o Comitê Brasileiro de Clubes – CBC passou a fazer parte do sistema nacional do esporte, pela nova legislação esportiva conhecida como Nova Lei Pelé. A entidade recebe via Ministério do Esporte, 0,5% dos recursos das loterias da Caixa Econômica Federal.
O CBC coordena a distribuição dos recursos públicos única e exclusivamente para a formação de atletas olímpicos e paralímpicos nos clubes esportivos sociais. Para participar do processo de seleção, os clubes montam projetos de acordo com o edital de chamamento divulgado pelo CBC e, se aprovado, recebem o dinheiro.
Quanto aos projetos, a diretoria técnica é responsável por todas as fases da descentralização, desde a proposta de editais e suas fases para classificação na sequência, como também todas as fases do convênio – celebração, acompanhamento, fiscalização e prestação de contas.
No Brasil, são os clubes os responsáveis pela formação de atletas de ponta. Na Olimpíada de Pequim, em 2008, dos atletas brasileiros que participaram 77% eram de clubes. Em Londres, em 2012, esse número subiu para 87%. Além disso, o clube é local de relações sociais, culturais, recreativas, de lazer e educativas.

Sobre o Autor

Por mktmasters / Administrator, bbp_keymaster on maio 26, 2017

Comentário (1)

  • Osmar monteiro

    Parabéns aos nossos atletas,técnicos e dirigentes pelas brilhantes conquistas. Um abração do presidente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content